Dengue: Hipóteses, Teorias e Leis Científicas

O Blog Samba de Gringo em uma blogagem coletiva sobre Dengue no ano de 2007 afirmou que: “No Brasil, foram registrados 79.732 mil casos entre janeiro e fevereiro deste ano, quase 30% a mais do que em igual período de 2006. Metade deles ocorreu em Mato Grosso do Sul, que faz limite com a Bolívia e o Paraguai. A variante hemorrágica afetou 55 pessoas, das quais seis morreram.”

Em “O Brasil unido contra a Dengue… E você com isso?” a bióloga Ana Oliveira comentou que: “sabemos que geralmente a discussão sobre os métodos para o combate ao foco da doença ocorrem nos períodos chuvosos, mas é importante abordarmos em sala de aula de maneira não fragmentada, ou seja, não focar apenas em campanhas mas nas mudanças de hábitos no cotidiano em relação à higiene e ao comportamento frente ao ambiente.”

Também já publiquei no Dengue: mais que informação a seguinte sentença: “Nem sempre basta conhecer os sintomas da doença, ou mesmo seus meios de prevenção, no caso da Dengue se faz necessário manter um contínuo debate acerca da importância do ambiente limpo e preservado.”

Essas citações justificam a necessidade da escola desenvolver atividades constamente com a temática Dengue, não só nas disciplinas Ciências e Biologia, mas em todas.  Para isso elaboramos uma aula que poderá ser desenvolvida no 6º ano.

As habilidades/competências a serem desenvolvidas são:

1- Reconhecer a Dengue como doença manifestada por intermédio da água.

2- Formular hipóteses para o registro da doença na França (conforme reportagem).

3- Defender através da argumentação a hipótese estabelecida.

Inicie a atividade com a turma dividida em grupos. Recorte retângulos grandes (como 3 folhas A4 na horizontal) e entregue aos grupos.

Em seguida leia o trecho da reportagem França registra o primeiro caso de Dengue na história:

“A França confirmou nesta segunda-feira (13/09/2010) seu primeiro caso de dengue. O registro ocorreu na cidade de Nice, ao sul do país, na costa do mar Mediterrâneo. Esse foi o primeiro relato da doença na França. Outros casos tinham sido registrados no país, mas somente na Martinica e em Guadalupe, territórios franceses localizados no mar do Caribe, na América Central. Essas duas áreas enfrentam em 2010 surtos inéditos de dengue, que já causaram pelo menos 18 mortes. O Ministério da Saúde francês disse, por meio de comunicado, que o caso foi isolado e nenhuma outra ocorrência foi registrada. No entanto, a existência de novos casos não está descartada. – O risco de epidemia é limitado, mas não pode ser excluído, por causa do número alto de mosquitos na região.”

Agora os estudantes elaborarão 03 hipóteses que demonstrem como é que a doença pode ter alcançado a Europa.  Enquanto isso divida o quadro negro de maneira que possa colar as frases (hipóteses) elaboradas pelos grupos. Assim que os estudantes formularem as hipóteses, peça que registrem no papel e afixem no local indicado da lousa.

Com os estudantes, leia as hipóteses formuladas. Possivelmente algumas serão repetidas, e também uma hipótese pode complementar uma outra. Faça com a sala uma seleção para excluir aquelas repetidas e inicie a fase da argumentação, onde cada grupo defenderá o por que a sua hipótese é a verdadeira.

Terminada as defesas apresente para os estudantes o conceitos de hipótese, teoria e lei.  Essas definições, bem como a diferenciação são encontradas no Blog Polegar Opositor. Vale lembrar aos estudantes que estão desenvolvendo um pensamento científico a respeito de um caso real.

Perguntarão à você: professor, qual é a resposta certa? E daí os estudantes entenderão que para afirmar cientificamente algo precisarão de mais dados, testes e análises… que por ora,  somente levantaram hipóteses, uma fase inicial.

Essa aula poderá ter continuidade com a inclusão de novas habilidades/competências sugeridas em uma atividade interdisciplinar com Geografia, História, Matemática e Língua Portuguesa. Baixe o power-point para ver a aula, clicando em Cópia de EMI-DENGUE .

Dúvidas? Elogios? Críticas: COMENTE! =)

Fonte: Aquecimento Global e a Dengue

Imagem do Blog BiomedicinaRS

Leia também:

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook

Nada foi comentado... Seja o primeiro!